TÁ MÍLE FÁILTE ROIMH - YN FIL O WEILHAU CROESO - ARE A THOUSAND TIMES WELCOME - SEJAM MIL VEZES BEM VINDOS

terça-feira, 5 de abril de 2011

O KILT

Quando ouvimos falar em kilt, a primeira coisa que nos vem à cabeça é Escócia. Mas, os kilts não vêm exclusivamente de lá. Nem mesmo foram criados na Escócia. O que existe, na verdade, é o fato de que os escoceses são seus maiores "divulgadores".












O kilt é uma evolução de uma túnica de lã, da qual não se conhece ao certo a origem. Especula-se que tenha sido usada desde o século VI antes de Cristo, pelos Celtas, os antigos habitantes da Escócia. Sempre foi um traje com comprimento até os joelhos, como o kilt que conhecemos hoje.


Para uso nas montanhas escocesas, era a roupa perfeita, pelo clima frio. Além de ajudar a aquecer, a lã também protegia contra a umidade. Isso fez com que os montanheses o adotassem como roupa.


Mesmo quando os anglo-saxões trouxeram o uso das calças compridas para as Ilhas Britânicas (século V d.C), os descendentes dos celtas que habitavam as highlands (terras altas) continuaram usando suas túnicas.


No século XIX, um movimento romântico tentou fazer dos kilts um símbolo nacional da Escócia. Os habitantes das planícies não gostaram da idéia (usavam calças…), pois achavam o kilt um sinal de barbarismo. Mesmo assim, a moda pegou: hoje é comum ver homens usando kilts pelas ruas das cidades escocesas.

Nas ruas da Escócia os homens passeiam com seus saiotes tranqüilamente. Alguns usam Kilt, paletó e gravata, outros andam no estilo roqueiro, de botas e adereços de couro e prata. O que esses escoceses têm em comum é não usarem cuecas.

Quando fui à terra do monstro do lago Ness não tinha certeza da informação e, é claro, resolvi descobrir. Assim que conheci o primeiro escocês vestindo kilt, não hesitei em fazer a pergunta que o deixou vermelho:

- “Vocês usam cueca quando vestem os kilts?”. Ele, na maior calma, explicou que para ser tradicional não se pode usar nada embaixo do saiote.

Novamente perguntei:

- “Então quando o presidente está fazendo um discurso, ele não usa cueca?”

A resposta foi simples e direta:

- “NÃO”!

Diz a tradição que o verdadeiro Escocês não deve usar nada por baixo de seu kilt.

Existe uma frase dita entre eles mais ou menos assim: “Isso é um kilt. Se usássemos algo por baixo, então sim seria uma saia”






A gente estranha, mas acredito que isso ocorra porque a nossa realidade é muito diferente, o nosso país não cultiva muitos costumes tradicionais e as vezes pode parecer “breguice”. Também estranhamos devido à falta de informação. Por isso achei interessante trazer um pouco dessa cultura para o site. E aproveitei para trazer essas fotos engraçadas de homens de kilt.





Essa imagem mostra o exemplo de um “plaid”,que é uma variação do “kilt”. Em Awakened, a roupa que o Stark usa é o plaid. O plaid é usado normalmente em eventos formais ou celebrações. Como podem ver, além da saia ele é acompanhado por esse pano que se apoia no ombro.

Os kilts tem normalmente um comprimento longo para que o mais curto que se possa usar o kilt sem quebrar as tradições é tê-lo na altura do joelho.

Os kilts são usados não só como roupas formais e familiares mas também como roupas do símbolo nacional. Ou seja, enquanto vestimos a nossa camisa da seleção brasileira, eles preferem usar os kilts tradicionais.




Atualmente já existe um novo costume de usar o kilt para eventos normais, como ir ao trabalho ou usar na rua. Essas pessoas usam camisas, ternos e gravata acompanhado do kilt.


Apesar de não estar totalmente comprovado, acredita-se que o primeiro kilt é datado de 2000 a.C. e foi encontrado perto da região de Nuremberg, na Baviera, trazido pelos celtas.


A maior competição na Escócia se chama The Highland Games. É uma reunião de eventos para celebrar a cultura escocesa. Possui competição de dança, música até competições fisicas como jogar madeira, machados e pesos à distância.
























Todos os eventos, por mais fisicos que sejam, exigem o uso do kilt. Imaginem o tanto de kilt voando por aí.



Alguns famosos usando kilt:


























Para contemplar a companhia do Kilt, só a conhecida gaita de fole.


Existem inúmeros modelos deste instrumento de sopro que fazem parte da história de cada região da Escócia, onde a gaita é originária.




Podemos citar aqui as Gaita das Highlands; Scottish smallpipe; Gaita das Bordas; Shuttle pipe; e Parlour pipe.


Enfim, a Escócia não é só gótica, musical, artística, colorida em seus trajes kilts e receptiva com seu povo orgulhoso das suas tradições.

A Escócia é o berço do famoso e incomparável scotch whisky.Não dava para esquecer da fama conquistada por este país, concorda?

A fabricação do uísque nesta região data de 800 a.c., e um dos fatores que favorece a produção desta bebida é o clima úmido que oferece ótimas condições para o plantio de cereais como centeio e a cevada, produtos usados para a fabricação da bebida.

O uísque que já foi chamado de água da vida pelos celtas, é hoje o grande personagem da Escócia, que tem a maior concentração mundial de destilarias de uísque maltado no mundo. Precisa dizer mais?

É impossível ir à Escócia e não guardar um tempo para visitar alguma destilaria e saborear o uísque produzido, in loco.

2 comentários:

  1. Adorei o Blog, a reportagem ta D+, mas tenho que confessar adoraria visitar a Escócia e a Romênia

    ResponderExcluir
  2. parabens adorei muito lindo e fica super sexy ainda mais sabendo que nao se usa nada por baixo
    jesuis,,,, me abana,, hehe

    ResponderExcluir