TÁ MÍLE FÁILTE ROIMH - YN FIL O WEILHAU CROESO - ARE A THOUSAND TIMES WELCOME - SEJAM MIL VEZES BEM VINDOS

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

A LENDA DE JACK O'LANTERN



Uma lenda irlandesa do século XVIII conta a estória de um homem chamado "Stingy Jack" - Jack Avarento – homem alcoólatra e grosseiro – que bebeu mais do que de costume e o Diabo veio para levar sua alma.
Desesperado para viver, Jack implorou por mais um copo de bebida e o Diabo, compadecido, concordou.
De acordo com a lenda, Stingy Jack então, convidou o Diabo para tomar um drinque com ele. Sem dinheiro para o último trago e fazendo jus a seu nome, Jack não quis pagar pelas bebidas e com sua astúcia, convenceu o Diabo a se transformar em uma moeda, com a qual ele poderia usar para efetuar o pagamento.
Assim que o Diabo se transformou, Jack resolveu não pagar a conta e mal viu a moeda sobre a mesa, Jack guardou-a na carteira, que tinha um fecho em forma de cruz; fato que impedia o Diabo de voltar a sua forma original.
Desesperado, o Diabo implorou para sair e Jack finalmente o liberou, sob a promessa de não ser incomodado por um ano e, no caso de sua morte, sua alma ficaria livre. Sem opção, o Diabo concordou.
Feliz com a oportunidade, Jack resolve mudar seu modo de agir e começa a tratar bem a esposa e os filhos, vai à igreja e até faz caridade. Mas a mudança não dura muito.
No ano seguinte, Jack estava indo para casa e vê uma macieira carregada de maçãs mas, como era de costume, estava muito bêbado e por mais que pulasse ou tentasse pegá-las, não conseguia apanhar nenhuma. Foi quando o Diabo apareceu, novamente, reclamando por sua alma e Jack tornou a enganar o Diabo.
Jack, esperto como sempre, conseguiu convencer o Diabo à pegar uma maçã da árvore para ele. O Diabo aceitou e quando subiu no primeiro galho, assim que Jack o viu lá em cima, pegou um canivete em seu bolso e desenhou uma cruz no tronco, que o impedia de descer. O Diabo disse que não o incomodaria mais durante os dez anos seguintes. Sem aceitar a proposta, Jack ordenou que o Diabo nunca mais o aborrecesse. O Diabo aceitou e Jack o libertou da árvore.
Mas, infelizmente, pouco tempo depois, no dia 31 de outubro, Jack morreu decapitado.
Segundo a lenda, ao chegar ao Céu foi impedido de entrar devido aos seus pecados em vida. Sem alternativa, vai para o inferno. No inferno o Diabo, que estava furioso por ter sido enganado duas vezes, ainda desconfiado e se sentindo humilhado, também não permite sua entrada. Disse a Jack que manteria sua palavra e não exigiria a sua alma.
Impedido de entrar no Inferno também, Jack viu-se na mais completa escuridão.
Mas, com pena da alma perdida, o Diabo jogou um pedaço de carvão em brasa para que Jack possa iluminar seu caminho pelo limbo.
Com apenas uma brasa para iluminar seu caminho, ele colocou a brasa dentro de um nabo e continua a vagar pela terra desde então.
Os irlandeses começaram a chamar esta figura de "Jack of the Lantern" e depois, simplesmente, de "Jack O' Lantern".
Quem prestar atenção vai ver uma luzinha fraca na noite de 31 de outubro. É a alma penada de Jack, procurando um lugar.


Os irlandeses e escoceses criaram suas próprias versões de lanternas "Jack" esculpindo faces assustadoras em nabos e batatas, colocando-as perto de janelas e portas para assustar o errante Jack e outros espíritos. Os ingleses esculpiam caretas em beterrabas.
Ao imigrarem para a América do Norte levaram esta tradição com eles. As abóboras começaram a ser usadas por serem nativas da região e muito mais baratas do que nabos, batatas ou beterrabas, além de terem o tamanho "certo" para as lanternas.

2 comentários:

  1. Acho que vale a pena jogar pelo seguro e colocar uma laterninha a janela, não va o Jack aparece. A história esta muito engraçada vale o que vale, e importânte manter o espirito e divulgar as tradições e lendas.

    ResponderExcluir
  2. eu odiei esse site nunca mais volto!!!

    ResponderExcluir